LINGERIE MIND-SET

A expressão je ne sais quoi remete-nos imediatamente à mulher francesa. [Re]conhecida pelo seu estilo sem esforço, aquela sensação atractiva de espontaneidade e que se observa do exterior, podemos afirmar que estas são as mulheres que exalam um estilo impecável. Sem surpresas, li recentemente um estudo que revela que este não se remete apenas ao exterior, mas sim também ao que não se vê, ou seja à lingerie. 

As mulheres francesas vêem a lingerie como uma extensão essencial do seu guarda-roupa, tanto que gastam cerca de 20% do seu orçamento de vestuário, anualmente, na compra desta. Para elas, trata-se de se sentirem bem, não apenas do lado de fora, mas também do ‘lado de dentro’. 

Relembra-me uma das minhas citações favoritas de C. Dior "sem fundamento, não pode haver moda". O que significa que, na prática, o tempo que “desperdiçamos” para encontrar aqueles jeans perfeitos ou aquela que é a base adequada ao nosso rosto deveria ser o mesmo a ser usado na compra da nossa lingerie [e, na maior parte das vezes, não é…]

Algo que, e da minha experiência profissional, me é seguro afirmar esquecemos e negligenciamos, muitas e muitas vezes. Algo que, sem dúvida, tem o poder de nos fazer sentir muito mais confiantes e prontas para enfrentar o nosso dia. Algo que “ninguém” vê e que esquecemos que pode ser o nosso segredo mais bem guardado. 

[É, como tudo, uma questão de perspectiva e de mentalidades a serem mudadas].

Imagem © Direitos reservados

CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário

Back
to top