PRINCÍPIO DA SEMANA #181

des·cul·par - (des- + culpar)- Conceder desculpa a; não fazer caso de; Perdoar.

Apesar de existir a célebre frase "as desculpas não se pedem, evitam-se", é verdade que, há situações em que é inevitável o uso da palavra. Desculpa. Desculpo. O pedir desculpa, o desculpar, é algo que faz parte do nosso quotidiano, ou pelo menos deveria fazer. 

Se por um lado, há pessoas que não sabem o significado de nenhuma delas, outras há que passam a vida a usá-las. A pedir desculpa, sem saber, muito bem do quê e a desculpar não se sabe bem o quê. Assim como o "obrigado", o uso da desculpa como palavra, é dito muitas vezes, sem ser sentido, quando, na minha opinião, esta não é apenas uma simples palavra a ser proferida. Deveria ser muito mais que isso. O pedir desculpa e o desculpar deve ser, acima de tudo, um reconhecimento, que se deve traduzir não num "simples" som, mas sim num gesto e sobretudo num comportamento. 

Em si, a palavra desculpa e o desculpar são vazias. Claro que, depende do contexto, do grau de relação entre os intervenientes, da complexidade, ou não, da questão e do porquê da "desculpa", mas é apenas isso, uma palavra. E, muitas vezes pensamos e agimos como se bastasse dizê-lo e pronto. “Está feito”. Como se o dizer “desculpa”, “desculpo”, tivesse o poder de apagar. E não tem. Pode ajudar, ajuda, mas não apaga. Não há palavra, por mais forte que seja, que o tenha, mas o que fazemos pode ter. As atitudes, os gestos, que acompanham as palavras, são aquilo que tem o verdadeiro poder de mudar, tudo. 

Pedir desculpa. Desculpar. Significa- "tu és importante para mim". 

Algo que, devemos conseguir dizer e algo que devemos conseguir ouvir, mesmo em situações que achamos que “não temos que”. Assim como conseguirmos reconhecer que errámos, mesmo que sem querer e sem ter a menor intenção de o fazer, [às vezes até bem pelo contrário], precisamos de saber desculpar para, entre outras coisas, sermos melhores pessoas. Por pior que o erro tenha sido, por mais difícil, que seja de desculpar, se realmente acharmos que vale a pena, devemos fazer tudo [e não apenas dizer] para que nos desculpem, assim como para conseguir desculpar.

É certo que não podemos voltar atrás, mas é também certo que não há nada que não possa mudare nada que não possa ser desculpado. ➸ [Simples assim].

CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário

Back
to top