PRINCÍPIO DA SEMANA #173

hu·mil·da·de- Qualidade de humilde; Capacidade de reconhecer os próprios erros, defeitos ou limitações; Modéstia; Simplicidade.

Etimologicamente, a origem da palavra humildade, vem do latim humilitas, que significa “pouca elevação”, ou seja, uma relação com a ideia de modéstia. Uma virtude que consiste em conhecer as suas próprias limitações e fraquezas e que nos leva a agir de acordo com essa mesma consciência.

Refere-se à qualidade daqueles que não se tentam projectar sobre as outras pessoas, nem se mostrarem superiores a elas. Remete-nos para características como cordialidade, respeito, simplicidade e honestidade, embora estas sejam independentes, pois quem as possui não é necessariamente humilde.

Ouvi, esta última semana, esta simples frase- A humildade não é para todos. Tenho que concordar. Acredito que seja mesmo daquelas qualidades que, naturalmente, podem ser desenvolvidas, mas que já nascem connosco. Faz parte do nosso ADN e, aconteça o que acontecer, independente de poder, dinheiro e conquistas, estará lá sempre e será um traço que se sobrepõe a tudo o resto. Esta é a real humildade. Uma das duas qualidades que mais me prendem e admiro em alguém. Curiosamente, ambas começam por H… A [grande] diferença, entre elas, é que uma vem do cérebro [humor] e a outra directamente do coração.

É necessário ser [muito] humilde para reconhecer os nossos erros e tentar corrigi-los. Num mundo que apela a valores, que muitas e muitas vezes, não são os mais importantes, é fácil, muito fácil, cairmos em tentações do ego e no ‘Síndrome de Gabriela’, que nos faz pensar "Eu nasci assim, eu cresci assim, eu vou morrer assim”, ou então na também célebre "Eu é que sei". [Duas das frases que mais me arrepiam ouvir].

No final desta semana, que passou, perdemos um dos símbolos nacionais de tudo o que acabei de escrever. Alguém que nos deixa um legado do que é um real ser Humano. Alguém que me faz pensar e concluir que a humildade é algo que nos coloca e nos torna em seres imortais. Como uma espécie de super poder que, repito, não é mesmo para todos. 

“Admiro pessoas simples de coração... Fortes, mas não arrogantes. Sinceras, mas não ofensivas. Corajosas, mas não inconsequentes. Que cativam de forma pura. Que sorriem com coração". #parasempre ➸ |Simples assim|. 

CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário

Back
to top