PRINCÍPIO DA SEMANA #155

pro·pó·si·to- (latim propositum, -i); Tomada de decisão; Resolução; Aquilo que se pretende alcançar ou realizar; Intento; Projecto, Finalidade, fim, mira.

Destino. Caminho. Propósito. Tudo sinónimos de algo comum a cada um de nós. Algo que sempre acreditei ter. Hoje, para além de acreditar, vejo-o, cada vez mais, nitidamente. À parte de crenças e religiões, acredito, também que cada um de nós já nasce com o seu. E, mesmo que este demore a tornar-se claro, mesmo que as constantes escolhas que fazemos, por vezes nos afastem até, dele, tudo isso faz parte do mesmo e único processo que tem como objectivo máximo nos colocar no trilho certo. O chamado “certo, por linhas tortas”. 

A grande diferença reside, apenas, no tempo em que cada um demora a encontrá-lo. Pois, se por um lado à medida que vamos crescendo para muitos vai-se tornando claro e naturalmente fácil de perceber, para outros, vai-se tornando mais e mais obtuso, pois nem sempre as escolhas que fazemos são no sentido do verdadeiro caminho que temos que percorrer. As certezas e o que idealizámos ser o correcto, de acontecer, levam-nos a não ver o que, realmente, existe à |nossa| volta porque estamos demasiado convencidos que queremos algo de uma determinada maneira. Daí, elas, as "ditas" certezas, serem, de facto, o nosso pior inimigo... Podemos dar voltas e mais voltas mas acabamos por “lá” chegar. O tempo, aqui, não é relevante. Se é mais cedo, ou mais tarde. Percebemos qual é, o nosso real propósito, quando tivermos que perceber, ou melhor, quando estivermos preparados para o receber e percorrer.

Tudo naturalmente vai para onde deve ir e quando, verdadeiramente, fazemos a nossa descoberta tudo se alinha e muito facilmente percebemos o porquê de uma série de acontecimentos, e apesar do nosso poder estar cá sempre, passamos a utilizá-lo de uma forma diferente. Direccionado. E, isso faz toda a diferença. Tornamo-nos maiores. Muito maiores. 

“Muitas vezes impressionamo-nos com a velocidade com que as coisas acontecem, e costumamos ficar verdadeiramente surpresos com o que acontece de repente, de uma hora para a outra. Mas, só temos que nos lembrar que quando as coisas mudam, não nos devemos assustar, e sim prepararmo-nos para nos adaptar às mudanças. Assim como o começar de um novo dia passa despercebido, assim que o relógio marca a meia-noite e ninguém nota a diferença, mas tudo já mudou e mesmo que não seja aparente, um novo dia já começou, quando o futuro lhe trouxer uma surpresa, algo inesperado, alegre-se, pode ser que seja o chegar de um novo dia na sua vida, o que marca o início de um recomeço, uma página em branco, uma nova história". 

↣ Simples. Pura. Perfeita. ↢

Imagem © Direitos reservados

CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário

Back
to top