|SOBRE AS| COMPRAS POR IMPULSO

Esta é "a" pergunta. Para além de diária é também e muitas vezes o primeiro e derradeiro passo para nos fazer comprar por impulso. Este é um fenómeno que já se tornou objecto de estudo, por se tornar uma situação bastante comum que, na maioria dos casos, ocorre de forma inconsciente.

Encontro sempre várias compras deste género nos roupeiros que visito, profissionalmente. São muitos os motivos que fazem com que isto aconteça: Os apelos emocionais das marcas que nos provocam necessidades que, na maior parte das vezes, não existem; o desconhecimento da realidade do nosso guarda-roupa; o existir de um evento específico, como uma festa ou um casamento em que imediatamente pensamos: "Não tenho nada para vestir, e agora?", são algumas das situações mais frequentes.

A questão é que, quando temos "a obrigação de", encontrar algo, tudo muda. Por isso, o que poderia ser uma simples ida às compras cedo se transforma em horas de irritação. E, é porque ainda não é bem isto, é giro mas falta aqui qualquer coisa, não é a cor, o comprimento, o tecido, o corte certo.... E, que acessórios, levar aqui??? Tantas dúvidas e interrogações para tão pouco tempo e paciência |que cedo se começa a esgotar|, fazem com que a pressão mude mesmo tudo e que acabemos por comprar sem qualquer certeza e, em desespero, algo que acabamos por usar uma única vez. 

Fazer compras de roupa para uma ocasião específica, a menos que seja para o nosso próprio casamento, é um dos erros que, mais frequentemente, nos leva a este tipo de compras. Uma das regras que sigo à risca quer a título pessoal quer a nível profissional, quando faço Personal Shopping, é nunca comprar nada que não consiga imaginar usar em mais duas ou três, pelo menos, outras situações. Esta é uma regra que não falha e um dos |enormes| benefícios de recorrer a este tipo de serviços em Consultoria de Imagem .

Outro dos grandes motivos é o desconhecimento do que é correcto usar em eventos específicos. Este desconhecimento é meio caminho para, primeiro estarmos desajustados à situação e segundo comprar algo, por impulo que, lá está, não se adequa de todo. Usar o certo no lugar certo é tão importante quanto a escolha baseada no nosso tipo físico. Aliás, estes dois parâmetros completam-se na maneira correcta de nos vestirmos, seja em que situação for.

Assim como se torna muito mais difícil chegar a um bom resultado sem termos noção de por onde começar, uma base, na escolha de roupa o critério é exactamente o mesmo. Esta é toda uma temática que pela sua importância, será o programa do próximo Workshop em Consultoria de imagem que irei realizar no próximo dia 27, em Lisboa.

Imagem © Direitos reservados

CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário

Back
to top