SE A BABI MANDASSE #1

Uma das frases que digo há anos e que num "aha moment", numa conversa, decidi desenvolver em escrita. Uma brincadeira que foi confirmada, recentemente, por este e-mail, de uma Cliente/Amiga, que foi o sinal que precisava para avançar com esta nova rubrica. Mais que roupa e afins por aqui falarei, desde o mais light ao mais "sério", de tudo o que eu mudaria, se mandasse. E são tantas, as coisas...

Hoje e numa primeira vez, vou escrever sobre um dos meus ódios de estimação. Um que "cultivo" desde a década de 90. Um tecido. O linho. Mais precisamente as calças de linho brancas ou assim "a cair" para o bege. Só a palavra li.nho, já me arrepia. Lembro-me que o mesmo foi desenvolvido ainda eu era adolescente, na altura em que vesti umas pela primeira vez. Sendo eu pessoa muito sensível ao toque, a nossa relação tinha tudo para não funcionar, a partir do momento que lhes peguei. Áspero. Super desagradável. Mas e ainda assim, decidi experimentá-las, afinal "toda a gente usava". Assim que vi a minha imagem reflectida no espelho senti-me um autêntico 'saquinho de batatas', mas em branco. |Normalmente os sacos de batatas são mais para os castanhos|. Largas, sem qualquer tipo de forma e assim que me virei, a confirmação... São totalmente transparentes! A acrescentar que o linho tem ainda e como "cerejinha no topo do bolo", a particularidade de ser aquele tecido que passamos horaaaaas a passar a ferro e que basta estarmos 10 minutos sentados, no caso das calças, para parecer que nunca viram um ferro, na vida!

Portanto e recapitulando- Áspero, não maleável, visualmente feio, porque gostos à parte, na minha opinião, é. Por isso e assim de repente, não vejo uma única razão que me faça perceber como é que em pleno século XXI, as continuo a encontrar "por aí", quer mulheres que usam, quer em lojas, à venda. Mais modernas, outros cortes, menos espessura, sim, mas o material é o mesmo. |Que me desculpem os fabricantes de linho em Portugal, não é mesmo nada contra vocês...|. Quem já se cruzou comigo, quer em formações quer em Consultoria de Imagem, em nove anos de closet cleaning's, sabe que já "despachei" várias peças assim, para o devido RIP, e que as descrevo como algo que nem na praia deveria ser usado. 

Bem sei que ainda falta muito para o Verão, mas e como o tempo não passa depressa, mas voa, lanço o apelo- Pessoas do sexo feminino e masculino, também, façam-vos um favor |e à vossa imagem|, não entrem em tentação, caso se deparem com um qualquer exemplar numa loja de fast fashion |porque as haverá, tenho a certeza, que sim...|.

CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário

Back
to top