março 28, 2016

PRINCÍPIO DA SEMANA #87

bor·bo·le·ta(s)- Insectos lepidópteros com corpo frágil, asas brilhantes e multicoloridas com hábitos diurnos, na última metamorfose.

Só hoje ganhei consciência de que as borboletas são, segundo as leis que dão nomes às coisas, insectos. Não concordo. Não deveriam ser. Os insectos remetem-nos para seres feios, irritantes (muito irritantes), na maior parte das vezes. Tudo o que as borboletas não são. Borboletas são seres algo sagrados, que devem ser observados e muito respeitados. Observar uma borboleta, com todas as suas cores a esvoaçar é dos exercícios mais bonitos de contemplação que podemos fazer. Símbolo da Primavera e de transformação, a borboleta é considerada o símbolo da felicidade, da beleza, da inconstância, da efemeridade e da renovação. 

A expressão "borboletas na barriga" é das mais bonitas, intrigantes, enigmáticas e sem qualquer tipo explicação racional que já ouvimos dizer. Como é que algo ou alguém nos provoca uma sensação que, na verdade, é racional e fisicamente, impossível de acontecer? Como algo que sentimos emocionalmente se assemelha a asas de borboletas dentro de nós e isso nos parecer tão real e tão verdadeiro?

É comum dizer que alguém sente borboletas na barriga numa fase inicial de um relacionamento. Esta é uma sensação causada pelo nervosismo, medo do desconhecido e uma ansiedade gigantesca, mas ao mesmo tempo controlada, um sentimento de que tudo vai acontecer. Segundo um estudo da Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho, o nosso aparelho digestivo aloja muitas células nervosas e daí esta sensação absurdamente incrível. Explicações biológicas à parte, diria, que esta é a expressão máxima do estado de enamoramento e de paixão que podemos sentir. Tudo se altera em nós e no mundo à nossa volta. Depois de "esvoaçarem", a primeira vez, mudamos, sentimos tudo de forma diferente. O que era "ontem" não mais voltará a ser. O ar muda (desaparece), a respiração altera-se e o coração dispara como se nos fosse saltar pelo peito. A euforia que sentimos dá-nos medo pois nunca nos sentimos preparados para lidar com este tipo de emoções. Não será algo que vamos sentir muitas vezes pois se assim fosse não seria tão especial como é. Sentir borboletas no estômago é uma das raras experiências que a vida nos dá. É ver o mundo transformar-se e perder o chão diante da emoção de estar perto. Uma ligação, uma palavra, uma voz, um sabor, um cheiro, uma presença.

"Step into this experience with butterflies in your bones; with a nervous feeling so beautiful, you know you are doing something right "-d.antoinette foy


Imagem © Direitos reservados

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Babi a Única © 2009-2014. All Rights Reserved | Powered by Blogger

Blog Design por The Zero Element