(ABAIXO À) BOM·BA·ZI·NA!

Untitled #6
Foi com algum espanto que encontrei estas peças em duas das lojas, que acredito, a maior parte de nós faça compras. Transcende-me como é, ano após ano e colecção após colecção, alguém ainda pense em produzir seja o que for, para vestir, neste tipo de material. (E este ano, a variedade parece-me maior ainda).

Definido como tecido de algodão de gramagem média a pesada, com riscas caneladas de pelo em relevo ao comprimento formados através do pelo da trama e fabricado em diversas gramagens e com o canelado em várias larguras a bombazina é, para mim, material absolutamente proibido em qualquer closet que visite e explico porquê.

A começar o tecido por si só nada tem de elegante, pelo contrário, tem um ar pesado, agarra tudo o que há para agarrar; Não beneficia ninguém. Pelo contrário! Dá volume, o que é desnecessário para a maior parte de nós; Está completamente démodé (há anos!!!). Lembro-me que usei muito calças de bombazina quando era miúda e depois há uns 20 anos atrás, tive um daqueles casacos que "toda a gente teve" e que às vezes ainda vejo circular um ou outro na rua- blazer bege com botões castanhos, (o que me faz ter uma "dor de olhos" terrível...); Para terminar as cores, ai as cores!... Tudo derivados de bege o que, por norma, já não favorece ninguém, muito menos no Inverno e neste tecido então... De fugir! 

Portanto, mulheres desse lado, mesmo que se cruzem com alguma peça deste género não caiam em tentação, com o desculpa de se agarrarem a umas destas calças a pensar "ah mas são tão quentinhas..." Há outros tecidos igualmente quentes e bem mais actuais e elegantes. (Nota: Para saias e jardineiras então, não há mesmo desculpa!).

Imagens © Direitos reservados

CONVERSATION

2 comentários:

  1. A bombazina não gosto de todo, mas tenho um lazer em veludo cotlê (as riscas são mais finas e discretas) castanho , não é bombazina grossa e tenho umas calças da Sacoor tbm veludo cotlê, gosto e uso sim... Quem não gostar, que não olhe...

    ResponderEliminar

Back
to top