Sobre a Consultoria de Imagem #43

"Há decisões que conseguimos tomar sozinhas, outras que não, mas independentemente disso dá sempre muito jeito ter uma opinião, um conselho de amigo ou mesmo a ajuda de um profissional. Com a roupa não é diferente e o closet cleaning é isso mesmo, o dia em que deixamos para trás o que já não faz parte do nosso “eu” actual, da imagem que queremos projectar, e que, com a ajuda de uma amiga muito querida, que é também profissional de moda, nos vemos livres de toda a roupa que está só a ocupar espaço no roupeiro, das coisas hediondas que alguém nos ofereceu, mas que ainda não desapareceram porque podia parecer mal, das roupas de há não sei quantos anos que apesar de terem um aspecto acabado continuamos a adorar… só quando começamos a separar é que nos damos conta da quantidade de tralha inútil que acumulámos!

Foi assim a semana passada quando a Babi foi lá a casa. Confesso que estava um bocadinho preocupada com o que ela iria pensar do meu roupeiro, pois eu tinha a noção que estava bastante démodé, que tinha pouca roupa para uma mulher da minha idade e achava que nada combinava com nada… A primeira surpresa que tive foi quando juntei tudo no mesmo roupeiro e descobri que tinha mais roupa do que pensava! Ah, e sapatos também…

Antes de pormos mãos à obra falámos um pouco sobre o que eu pretendia com o closet cleaning. No meu caso era modernizar e ter um ar um pouco mais sofisticado, principalmente por motivos profissionais, mas também porque senti que estava na altura de uma mudança a nivel pessoal e de auto-estima. Descobri nesse dia que a minha imagem mental do que seria “roupa para trabalhar” estava obsoleta e que realmente tinha muita roupa que tinha que desaparecer, mas que dentro das peças que já tinha, muitas até "deram para safar" e a lista de compras não era tão grande assim. Separámos toda a roupa de verão e de inverno entre “o que fica”, “o que vai” e o que “dá para andar por casa ou para fazer ginástica” e no final, o sofá tinha roupa “para ir” quase até ao tecto! Curiosamente o que ficou eram nada mais, nada menos do que as peças que normalmente uso no dia-a-dia, ou seja, nem sequer vou sentir falta de toda a roupa que desapareceu e o melhor é que agora tenho espaço para compor o que me falta e sei exactamente o que preciso de comprar para jogar com o que já tenho. Para além disso ainda aprendi novas formas de usar algumas peças das quais até gosto mas que não conseguia conjugar. O tempo voou e tudo aconteceu num ambiente super descontraído. A Babi age como uma profissional, mas ao mesmo tempo torna a tarefa divertida, sempre respeitando os meus gostos e nunca entrando em julgamentos (nem mesmo sobre as roupas mais horríveis). 

Posso dizer que foi sem sombra de dúvida uma tarde muito bem passada e acima de tudo muito útil.
Aconselho vivamente a todas que passem por esta experiência, pois vai sem dúvida abrir-vos novos horizontes, e acima de tudo espaço no roupeiro para encher de coisas giras! 

Obrigada Babi, és realmente única! Um grande beijo *." Sofia M.

Obrigada eu Sofia! 

CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário

Back
to top