Princípio da Semana #56

com·pa·nhei·ris·mo- Qualidade ou comportamento de quem demonstra acompanhar, apoiar ou cuidar de outrem; Cumplicidade; Fidelidade; Lutar pelo mesmo propósito; Andar juntas na mesma direcção; Confiança; Respeito; União.

Palavra muito interessante e sentimento pouco falado, na minha opinião. Fala-se muito em amizade, amor então... Mas o companheirismo parece-me pouco valorizado. E devia, pois apesar de surgir intimamente ligada à amizade e ao amor não é a mesma coisa. A linha que os separa é muito ténue, mas existe. Podemos ser amigos, maridos, mulheres, namorados, namoradas de alguém sem ele existir, mas é possível existir companheirismo sem que necessariamente exista uma grande amizade que o proceda. O amor também não é condição sine qua non para que ele exista até porque acredito que é possível passarmos a vida inteira ao lado de alguém sem haver companheirismo.

Muito recentemente passei por uma das mais felizes experiências de vida, quer a nível pessoal quer profissional, que foi uma óptima lição e aprendizagem do que é este sentimento. O "lutar pelo mesmo", o "andar juntas na mesma direcção". Pessoas que não eram amigas e que num curtíssimo espaço de tempo se tornaram companheiras. Sim, é possível. Percebi, senti o companheirismo como dos mais verdadeiros e dos mais bonitos sentimentos que se podem ter entre pessoas. Mais bonito ainda se torna quando acontece por uma junção simples de energia, e acontece naturalmente sem nada de concreto ser feito. Apenas acontece.

Nos dias de hoje parece que é algo difícil de encontrar seja em que tipo de relacionamento for, dado que vivemos numa época e sociedade em que predomina o individualismo. A procura do EU, do que EU faço aqui, do que EU quero. Eu, eu, eu. Parece que de alguma forma fomos desaprendendo a estar com... Nisto (também) a espécie animal é bastante mais desenvolvida que nós, os ditos humanos, principalmente os cães que já nascem a saber e a sentir o que é o "cãopanheirismo". O saber ser companheiro tem que ter por base um certo nível de maturidade que não é fácil de alcançar, demora  tempo, acredito que para certas pessoas uma vida inteira não chegue. Esta maturidade permite-nos estar junto, sem querer dominar nada nem ninguém. Apenas estar.

Companheirismo é contar com os outros e os outros connosco. O companheirismo, o ser companheiro não é nada a mais do que estar ao lado de, em qualquer momento, dure esse momento o tempo que durar. Ser companheiro implica saber quando ouvir, saber quando falar, estar disponível sem nos anularmos. É compreender o que o outro sente, é sobretudo não julgar. Ser companheiro é ter a coragem de sermos nós, de abrirmos o nosso coração, sem medos, sem reservas, é "dar as mãos sem aprisionar". 

O companheirismo revela-se nas e manifesta-se nas chamadas "coisas pequenas", aquelas do dia- a- dia que para mim significam Tudo. Uma palavra, uma mensagem, um telefonema, um gesto. Coisas simples mas que sabemos que farão o outro feliz.

"O Companheirismo é o meio do caminho daquele que busca aperfeiçoamento de si. A jornada começa a ser entendida e a pedra começa a ter formato" P. Ursaia


Imagem © Direitos reservados

CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário

Back
to top