Princípio da Semana #55

co·ra·gem- Firmeza de ânimo ante o perigo, os reveses, os sofrimentos; Bravura; Confiança; Força espiritual para ultrapassar uma circunstância difícil; Hombridade; Determinação; Constância; perseverança (com que se prossegue no que é difícil de conseguir).

8760 é o número de horas, de coragem, que precisamos por ano. Precisamos dela para tudo e mais alguma coisa, desde as coisas mais simples como acordar, sair de casa, escolher o que vestir, ir trabalhar, conduzir, socializar, às mais complexas como ter relacionamentos, filhos, etc... 

Originalmente, surgiu do latim "cor" e a definição original da palavra era "contar a história de quem somos com o coração". Não poderia concordar mais. A coragem vem do coração e ela é o combustível que precisamos para seguir em frente, se não a temos, se nos falta, algo não está bem nem vai funcionar como devia. 

Aristóteles afirmou que: "A coragem é a primeira das qualidades humanas porque garante todas as outras" e viver com coragem significa pura e simplesmente ser quem somos, aceitarmo-nos apesar do que os outros possam pensar ou opinar. E esta é a maior prova de coragem pela qual todos passamos. Nos afirmarmos como somos independentemente de acharmos que somos menos "normais" que o mundo à volta. Coragem significa também defender aquilo em que acreditamos sem pestanejar, mesmo que 99,9% das pessoas à nossa volta digam o contrário. Coragem significa ir atrás dos nossos sonhos lutando contra toda a adversidade que se vai cruzando no nosso caminho e mesmo quando "os outros" dizem que não conseguiremos. Aceitar o nosso passado é ter coragem, lutar é ter coragem, saber perder é ter coragem, sofrer é ter coragem, chorar é ter coragem, gritar é ter coragem, parar é ter coragem, perdoar é ter coragem, saber dizer não, por mais que isso nos doa, é ter coragem, amar é ter (muita) coragem. Viver, escolher viver todos os dias, é a verdadeira materialização da coragem.

Uma das coisas em que mais acredito e a minha maior aprendizagem tem sido que aquilo que mais tememos e que temos a coragem de enfrentar é exactamente aquilo que nos liberta, no verdadeiro sentido da palavra Liberdade. Saber que temos medo, ter consciência que ele existe e enfrentá-lo de frente é a maior expressão de coragem que podemos ter connosco próprios. A vida é uma constante e diária luta contra o M-E-D-O, o nosso pior inimigo e que vive connosco e dentro de cada um de nós. O pensamento que tento sempre ter e sobrepor quando lhe dou ouvidos (ao medo) é: Qual é a pior coisa que pode acontecer se tentar, se o fizer? É falhar, é sofrer, é acima de tudo não conseguir e o que isso me vai fazer sentir. Sim pode acontecer isto tudo, é verdade, mas se não o fizer e se não tentar nunca me vou superar e sobretudo nunca vou perder e me libertar deste mesmo medo.

"A palavra coragem é muito interessante. Ela vem da raiz latina cor, que significa "coração". Portanto, ser corajoso significa viver com o coração. E os fracos, somente os fracos, vivem com a cabeça; receosos, eles criam em torno deles uma segurança baseada na lógica. Com medo, fecham todas as janelas e portas... O caminho do coração é o caminho da coragem. É viver na insegurança, é viver no amor e confiar, é enfrentar o desconhecido. É deixar o passado para trás e deixar o futuro ser. Coragem é seguir trilhas perigosas. A vida é perigosa... A pessoa que está viva, realmente viva, sempre enfrentará o desconhecido. O perigo está presente, mas ela assumirá o risco. O coração está sempre pronto para enfrentar riscos; o coração é um jogador. A cabeça é um homem de negócios. Ela sempre calcula – ela é astuta. O coração nunca calcula nada." Osho

Imagem © Direitos reservados

CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário

Back
to top