Princípio da Semana #10

es·pe·rar - Estar à espera; ficar esperando; Ter esperança ou esperanças; Contar com; Aguardar;

Estado ou maneira de estar talvez dos mais difíceis que existem. Saber esperar é um dom que como todos os dons, não assiste a todos nós. Há talvez uma minoria de pessoas para quem o esperar é um estado como qualquer outro, mas penso que para a maioria das pessoas, o querer algo é "para ontem".

Pessoalmente e embora seja algo que ande a treinar em mim enquadro-me mais nesta última categoria de seres impacientes. Ser impaciente é o inverso de saber esperar. Ser impaciente é ter que saber o quando e isso não nos traz paz de espírito. Pelo contrário. É um controlo ilusório de que o saber "o quando" nos dá. 

Saber esperar é pura e simplesmente dar tempo ao tempo, esperar que ele faça a sua parte. O tempo é necessário para o amadurecimento das nossas atitudes e comportamentos e os resultados obtidos serão novos pontos de partida para o nosso crescimento, que é infinito.

O saber esperar é ter paciência com tudo e com todos. Ter paciência é aceitar o que a vida nos vai oferecendo, sem menosprezar nada. Claro que tudo isto é um enorme desafio, porque por natureza somos extremamente controladores em tudo. Queremos que as coisas aconteçam como nós gostaríamos, porém na maior parte das vezes não nos apercebemos do que é realmente importante e relevante para cada momento. Apenas “achamos”, queríamos que tivesse, que fosse à nossa maneira... Penso que uma grande ajuda que podemos ter para atingir este estado (quase zen para muitos de nós) é viver usando o nosso poder intuitivo. A nossa intuição por norma está sempre correcta, não erra. Mas, há que lhe dar atenção, ouvi-la, pois tem que ser desenvolvida dentro de nós e só desperta para quem tem o mínimo de paciência para ficar em silêncio, tranquilo e em paz. 

"Quem sabe esperar o bem que deseja não toma a decisão de se desesperar se ele não chega; aquele que, pelo contrário, deseja uma coisa com grande impaciência, põe nisso demasiado de si mesmo para que o sucesso seja recompensa suficiente. Há pessoas que querem tão ardente e determinantemente certa coisa, que por medo de perdê-la, não esquecem nada do que é preciso fazer para perdê-la. As coisas mais desejadas não acontecem; ou se acontecem, não é no tempo nem nas circunstâncias em que teriam causado extraordinário prazer". Jean de La Bruyére, in "Os Caracteres".

Há coisas pelas quais temos mesmo de esperar. Diria a maior parte. As melhores coisas. 


Imagem © Direitos reservados

CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário

Back
to top