Crónicas da Inês #1

Há irmãs de sangue e irmãs de coração. Pessoas que nos marcam, que ficam, que fazem parte de nós, que ficam nossas. Pessoas que nos fazem sentir verdadeiramente abençoadas por termos algo assim nas nossas vidas, pessoas a quem confiaríamos os nossos filhos. É o caso da Inês para mim. Alguém que entrou na minha vida e que sei que ficará Para Sempre. 
Alguém que para além de 1001 outros talentos, também o tem para a escrita e porque o talento deve e merece ser partilhado, a partir de hoje ela terá um cantinho aqui no blog. Este é o seu primeiro texto:

Para sempre:
Há pessoas que passam uma vida inteira à busca e não encontram.
Há pessoas que se fecham e não deixam ninguém entrar. Há pessoas que se abrem, mas não se entregam. Há pessoas que arranjam desculpas. Há pessoas que se desencontram.
Eu vi-te. Eu escolhi-te. Eu entreguei-me. E contigo, encontrei-me. Encontrámo-nos.
Estou grata por teres conseguido ver o que tantos outros não conseguiram. O meu verdadeiro eu debaixo desta armadura que usava para me proteger. A menina de braço esticado à espera que lhe dêem a mão e a levem a passear e que, ao final do dia, só quer um bocado de colo. Tu viste-a. E tu deste-lhe a mão e levaste-me.
E eu dei-te o meu corpo. E o meu coração. E a minha alma.
E estar contigo aqui hoje, na celebração de nós e do nosso amor, junto dos nossos amigos e da nossa família, é a altura em que preciso de te dizer: obrigada.
Obrigada pelo aquele primeiro convite para jantar. Obrigada por me teres ligado no dia seguinte. Obrigada por me deixares ser eu própria. Obrigada por me fazeres rir. Obrigada por me fazeres crescer. Obrigada por iluminares os meus dias. Obrigada por todos os segundos da tua vida que partilhas comigo.

Eu tinha a certeza que um dia ia ser feliz. E tu ajudaste-me a atingir a plenitude da felicidade. Contigo vivo no topo do arco-íris. Contigo torno os meus sonhos realidade. Contigo eu sou mais. Contigo aceito ser para sempre.

CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário

Back
to top