setembro 30, 2014

Perfect Match II


Carteira- 11€; Cinto-1€; Sabrinas 6€; Ímans-1,5€- Tudo Primark

setembro 29, 2014

Princípio da Semana #9

sur·pre·en·der- Tomar de surpresa, vir de improviso sobre; Aparecer inopinadamente diante de; Apanhar descuidado; Causar surpresa; causar admiração.

Surpreender é para mim o maior gesto de Amor e de demonstração de sentimentos que podemos ter por alguém. 

Não existe melhor presente do que a surpresa em si. A própria palavra surpresa tem uma magia muito própria. Só de falar imaginamos logo algo inesperado, criativo, que dá um toque diferente à nossa vida quotidiana. Momentos únicos que nunca vamos esquecer. 
Começa pelo facto de à partida ser personalizado, mostrando que foi preparado e pensado para "aquela" pessoa. Para surpreender alguém não precisamos de muitas coisas nem de nenhuma data ou ocasião especial, na realidade não precisamos de nada em concreto. Apenas do mais importante- A vontade de o fazer. Pode ser apenas um pequeno gesto, quase aparentemente sem importância, mas que muda por completo dia de quem a faz e de quem a recebe.
Embora seja necessário existir alguma dose de criatividade o mais importante e às vezes difícil é ter sensibilidade para reconhecer o que realmente vai chamar a atenção e agradar à outra pessoa, que tem seus gostos, expectativas e experiências próprias que podemos nem sempre conhecer na íntegra. Daí considerar que conseguir surpreender representa existir uma identificação máxima com. São momentos que nos ligam, que nos prendem ao outro.

Devido à minha agucidade, sou mais de surpreender do que ser surpreendida. É algo que faço muito naturalmente e tento que seja prática recorrente, no entanto confirmo- Receber uma coisa simples, ou um gesto que nos surpreenda vindo de alguém que conhecemos, que gostamos representa muito, mesmo. Representa, no fundo, que aquela pessoa pensou em nós, que a nossa existência fez parte do dia dela e tudo o que envolve o pensamento e a acção é em si para quem recebe uma sensação indescritível.

"Decifra-me, mas não me conclua, eu posso te surpreender"- Clarice Lispector

setembro 26, 2014

Passatempo "Little Dreams"

Conheci a "Little Dreams" em Julho passado e já trabalhei com ela por duas vezes, em contextos e registos bem diferentes. A "Little Dreams" faz fotografias de crianças, grávidas, animais de estimação, famílias e lookbooks. E é mesmo sobre este último que vos quero falar. 
Como todas merecemos ter o nosso momento "Little Dream" e sermos estrelas, modelos por um dia, em conjunto com a "Little Dreams" tenho para vos oferecer uma sessão fotográfica que inclui ajuda na escolha de roupa (styling feito por mim) e com maquilhagem profissional feita pela Make Up Artist Susana Ferro

Regras para participação:

1- Enviar um e-mail a indicar o nome, idade, profissão, localidade onde residem e uma breve explicação do porquê que devem ser a (feliz) vencedora, juntamente com uma fotografia de rosto e corpo inteiro;


2- Fazer "gosto" nas páginas de facebook: www.babiaunica.com ; Little Dreams

e I Love Fita Métrica;

3- Partilhar o passatempo no v/mural e enviar a participação até ao próximo dia 12 de Outubro para o e-mail: babiaunica@gmail.com 

Nota
A vencedora será escolhida por mim em conjunto com a "Little Dreams". A sessão tem como tempo de duração cerca de 2h e será feita ao ar livre em Lisboa (zona de definir).

setembro 25, 2014

Shooting- Part III

 Depois da parte I e II, uma terceira e última parte, agora em versão noite.

Vestido: Imagination (Já o tenho há uns 20 anos...).
Todas as fotos, aqui.

Créditos: Pinewood Photography

Primark NorteShopping

Look 100% Primark- sapatos, calças, top e fios
Uma inauguração da Primark, seja onde for move multidões. De facto o lema da marca "amazing fashion amazing prices", faz cada vez mais sentido por cá e a semana passada foi a vez do Norte Shopping abrir esta que é oitava loja do grupo em Portugal. Mais uma vaz estive presente e gostei muito das inovações que vi por lá. Uma loja mais ampla, com mais espaço nos corredores, mais luz e sobretudo mais interactiva com painéis vídeo que apresentam novas campanhas e as novas colecções.
Consegui ser a primeira da fila e primeira a pagar, yeiii!

Mais importante que a viagem foi quem fez parte dela. Pessoas corajosas que como eu madrugaram para estar às 10.00 no Porto:

O Bernardo (Gravata sem Regras), a Sofia Novais de Paula (Diário de um Batom) a Bárbara Bação (Living in B'Shoes e a Su (I Love Fita Métrica).

setembro 23, 2014

Endless Summer

A melhor estação do ano não me canso de afirmar. O Verão de 2014 terminou oficialmente e da pior maneira possível sem mesmo quase ter começado. Foi sem dúvida um Verão muito atípico em vários aspectos, mas e numa uma palavra- M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O! Hoje e principalmente por ser o início da estação mais nostálgica do ano (não triste), mas que convida a uma maior introspecção, a muitas mudanças, de roupa e não só convém não esquecer que o Verão deve ser um estado de espírito, deve viver em nós. 
 Que o Outono seja breve e o Inverno mais ainda!!

"Há quem diga que todas as noites são de sonhos. 
Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão. No fundo, isto não tem muita importância. O que interessa mesmo não é a noite em si, são os sonhos. Sonhos que o homem sonha sempre, em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado".
(Sonho de uma Noite de Verão)- Shakespeare.

setembro 22, 2014

Princípio da Semana #8

(It) takes one to know one- You are one also. "Only a person with identical character traits would be able to recognize those traits in someone else. You're only saying that about me because it's true of you".

Não existe tradução propriamente dita para esta frase, provérbio que de acordo com o que apurei foi primeiramente utilizado em 1665, nem penso que seja necessária. É sem dúvida o meu provérbio preferido e está muitas vezes "in repeat" no meu pensamento. É muito raro encontrar alguém que o conheça e que o utilize ou o diga frequentemente, contudo para mim é das frases mais especiais e com mais significado que existem. É o reconhecimento por excelência. É o reconhecimento do outro, do que vemos de nós no outro, é como se nos estivéssemos a ver ao espelho. É no meu entender a identificação máxima com alguém. Num relacionamento amoroso, diria que é o reconhecimento da nossa outra parte, de quem nos completa na perfeição. É a sintonia no perfeito sentido da palavra.

Numa altura e numa sociedade onde há cada vez mais o culto do eu e da nossa individualidade, penso ser interessante pensar na ideia de que a nossa individualidade apenas se constrói na relação com o outro, e não estando sós. Logo é fundamental encontrarmos e estarmos rodeados de pessoas que reconhecemos como partes nossas, como semelhantes. Daí ser seguro afirmar que esta expressão tem um significado fortíssimo e de imenso valor. Claro que não é fácil nem acontece todos os dias, nem poderia ser assim, mas quando acontece encontrarmos alguém cuja maneira de ser, pensar, estar seja "nossa", dá-se a magia, os tais momentos únicos que nunca vamos esquecer. O ficarmos "presos" àquela pessoa para sempre, porque é um reflexo de nós. Viver momentos assim, de puro reconhecimento e identificação é sem dúvida uma das melhores sensações que se podem ter e quem já o viveu sabe do que falo.

"E esse insight, essa percepção, onde há puro silêncio e puro estado de ser, isto é sua realidade, que a morte não pode destruir. Essa é a sua eternidade, sua imortalidade". - Osho



Imagem © Direitos reservados

setembro 19, 2014

Perfect Match I

Carteira- 11€; Fios (conjunto de 3)- 4€; Pulseira- 3€. Tudo Primark

setembro 18, 2014

Crónicas da Inês #2

Ali mesmo ao virar da esquina:
Ouço o som das minhas lágrimas a caírem sobre o mármore frio do móvel da casa de banho enquanto vislumbro o que resta de mim no reflexo do espelho. Por entre a luz quente do candeeiro vejo os fios finos de cabelo que sobraram de mim e como a minha pele se tornou translúcida. Por cima destas olheiras negras moram agora uns olhos verdes vazios e molhados mas cheios de esperança. E força… força que vive num vai e vem entre os dias em que me sinto bem e os dias da quimioterapia. Esses dias em que o meu pai me carrega até casa, derreada que me sinto de travar esta guerra. Esses dias em que as náuseas invadem o meu espaço, onde me arrasto entre o sofá e a cama e onde choro, extenuada desta vida para a qual fui empurrada. Mas que é vida ainda, e por isso, um misto de gratidão e raiva invadem o meu coração.

Carrego esta dor solitária do peso que coloquei nos meus pais, nos meus irmãos, nos meus amigos. Esta incerteza de não saber se amanhã estarei cá e da consternação que essa dubiedade deixa naqueles que amo. Percebi que o seu estado de espírito ficou dependente da minha disposição e por isso, sempre que posso, finjo. Finjo não sentir a angústia dos meus planos de futuro que me foram arrancados, adiados para um dia que não sei se chegará. Encapoto e mascaro este sofrimento físico e emocional que mora em mim 24 horas por dia. Escondo a revolta, a raiva, o desgosto do dia em que o meu namorado me deixou porque “isto” era demais para ele.

Enquanto os raios de sol quente entram pela janela da sala e me queimam a pele tento esquecer e abstrair-me deste nó na garganta que assentou em mim e nunca mais desarredou. E sonho, sonho com o dia em que tudo voltará à “normalidade”. O dia em que ele vai dizer “os seus exames estão regulares. Esta batalha está vencida”. Apesar de às vezes duvidar, sei que esse dia vai chegar. Sei que vamos todos voltar a rir sempre, que este aperto no peito vai desaparecer, que vou voltar a abraçar a minha gata, sentir o seu cheiro e o calor daquela barriga macia, que vou voltar ao trabalho, a sair à noite, a correr na praia, a reencontrar o amor, a aumentar a minha família. Há dias que sei que esse dia está mesmo ali ao virar da esquina… é só resistir um pouco mais até lá chegar.

setembro 17, 2014

Workshops de Consultoria de Imagem Empresarial- Imagens do Regresso

Todos os Workshops de Imagem Empresarial e de Maquilhagem são especiais, mas o deste sábado passado foi mais ainda. Não só pelas participantes, mas também porque marcou o regresso de uma nova temporada que promete surpresas. Deixo algumas imagens:
Relembro o programa:

- O que é a Imagem e a sua importância nos dias de hoje;
- Regras gerais de vestuário;
- O Guarda- Roupa básico;
- O que são e como saber fazer compras inteligentes;
- Tendências, como aplicá-las;
- A importância da maquilhagem na imagem como um todo;
- O mercado da cosmética: Marcas e produtos;
- Cuidados diários para o rosto;
- Aula completa de auto- maquilhagem dia/noite;
- Considerações finais;
- Exercício Práctico;
- Esclarecimento de dúvidas e/ou questões;
- Lanche 

O próximo Workshop é dia 27 deste mês.

setembro 16, 2014

Na chuva com a TOUS

O chapéu- de- chuva pode muito bem ser um acessório de moda. Cada vez mais. Como já é um objecto que não usamos com um sorriso nos lábios, convém ser algo bonito, elegante e até mesmo alegre, (porque não?), que de certa forma nos faça esquecer a sua finalidade. Uma vez que esta semana parece que já estamos no Inverno, deixo aqui as novas sugestões da Tous:

setembro 15, 2014

Princípio da Semana #7

en·con·trar(mo-nos)Ir de encontro a; Achar(mo-nos); Descobrir(mo-nos). Achar(-se); Ver(-se); Passar por.

"Not until we are lost do we begin to understand ourselves"- H. Thoreau

Há quem a comece mais cedo ou mais tarde, mas esta é sem sombra de dúvida a viagem das nossas vidas. Mais curta ou mais longa, consciente ou não, todos(as) a fazemos. Normalmente começamos pelo campo profissional, pois somos obrigados a fazer escolhas sobre o que queremos ser quando formos grandes e consequentemente escolhemos o que queremos estudar, fazer, "ser". Mas ninguém nos obriga a escolher o que queremos para nós, nos nossos relacionamentos. São escolhas que fazemos naturalmente, com base no que somos, nos nossos valores, no que sentimos, no que no fundo é importante para nós. A questão é que nesta matéria, não há o preto e o branco, há uma imensidão de cores, de sentimentos que temos que perceber em nós que nem sempre são assim tão claros e definidos como o que queremos profissionalmente. Encontrarmo-nos e daí percebermos o que realmente queremos para nós, em nós, no que nos rodeia, na nossa vida foi e falando a nível pessoal das viagens mais difíceis e longas que alguma vez já fiz. 

A viagem, esta viagem, a nossa viagem normalmente começa quando nos sentimos desconectados de nós, do nosso eu e isso faz-nos sentir perdidos. Há qualquer coisa (ou várias) que não estão bem e a partir do momento que nos sentimos assim esse é o início da viagem. A questão é como fazê-la. Que caminho seguir. Ajuda e muito se imaginarmos, se visualizarmos a nossa vida como a queremos, dado que temos o poder de evocarmos relacionamentos que estejam em harmonia com a liberdade, crescimento e sobretudo alegria que procuramos. Apesar de ser uma viagem que temos forçosamente de fazer sozinhos não quer dizer que não necessitemos de ajuda, precisamos claro, devemos aceitar o Amor de quem nos rodeia, de quem faz parte de nós, da nossa vida e que nos proporciona isso mesmo. De pessoas que nos digam: Aceita a minha ajuda e eu vou confiar que vais fazer o que é mais acertado com ela.

Encontrarmo-nos requer paciência, estar quietos, silenciosos, para que o nosso verdadeiro eu possa respirar. Precisamos de nos dar espaço para ver e ouvir o que temos para nos dizer. Na maior parte das vezes, estamos e ficamos no mesmo sítio fisicamente, mas ajuda e muito se viajamos interiormente para outro lugar, uma montanha parece-me adequado, dado nos dar outra perspectiva do que está ao nosso redor. Para nos encontrarmos temos primeiro que nos perder, este perder é essencial para começar a viagem. 
Sem medo, sem hesitação, sem dúvida.

Para TI que a estás a fazer...


Imagem © Direitos reservados

setembro 13, 2014

VFNO 2014 (em Imagens)


Mais uma edição de muito sucesso da VFNO. Ao contrário do que parecia este ano não foi excepção e estava uma noite fantástica a nível de temperatura. Um Chiado transitável (pela primeira vez), muita animação, muitas novidades, gente gira e bem-disposta. Que venha a próxima!

setembro 11, 2014

Hoje é noite de VFNO

Pela primeira vez já em vários anos de FNO S. Pedro não está a colaborar. A noite "mais esperada do ano" parece-me que vai estar algo chuvosa. Por outro lado não está frio nenhum, e chuva e calor é um mix que se pode revelar algo problemático. Se já é naturalmente difícil para a maior parte de nós escolher o que vai vestir, nestas condições ainda o é mais. Deixo a minha sugestão: 
Com chuva ou sem ela, o importante hoje é mesmo não ficar em casa :)!

Imagem © Direitos reservados

setembro 10, 2014

Está aberta a temporada: Os Workshops regressaram de férias!


Esta é a imagem de muitas de nós de manhã (ou à noite, na hora de escolher o que vamos vestir no dia a seguir). Olhamos e vemos um sem número de peças que não sabemos como usar, nem tão pouco coordenar entre si. Acredito que muitas vezes chegue a ser um momento quase dramático!

Para que momentos como este não façam parte do vosso dia-a-dia, convido-vos a participarem no próximo Workshop de Imagem Empresarial e de Maquilhagem.

É já no próximo dia 13 (Sábado), às 14:00. Mais info.: babiaunica@gmail.com.

Imagem © Direitos reservados

setembro 08, 2014

Princípio da Semana #6

Dar- (latim do, dare) ceder gratuitamente; tornar patente ou visível; Fazer sair de si ou de algo que pertence a si; Re.ce.ber- Tomar o que é oferecido ou dado; Acolher; Admitir; Servir de receptáculo a.

Dar e receber- Qual é melhor? Qual preferimos? É importante termos consciência em qual categoria nos encaixamos. Na de quem dá, ou na de quem recebe? 
Para mim, ambos são igualmente importantes e a harmonia vem exactamente do equilíbrio desta dicotomia. É tão importante dar como saber receber.

Dar nem sempre é fácil, pois é um dar sentido, que vem de dentro, que não espera receber nada em troca. É um dar que requer perdermos a nossa "armadura", que requer entrega e esta entrega envolve perdermos o medo. O medo mais profundo que existe em nós- O medo de nos darmos, de nos expormos de nos "despirmos" perante o outro. O medo de sermos rejeitados, do outro não gostar do que vê.  Medo do "e se acontece isto" "e se vai pensar aquilo". O medo de todos os "e ses" que nos passam pela cabeça a toda a hora. A única forma que temos de vencer este medo e portanto de nos conseguirmos dar é termos consciência de nós, do que somos, do que queremos para nós e do que temos para oferecer. "What goes around comes around", é uma frase que já todos ouvimos e a verdade é que não podemos esperar receber o que não damos e essa é na minha opinião uma das poucas verdades absolutas que existem. Recebemos o que damos ao Mundo, à Vida, aos Outros, ao Outro. Se damos sentimentos de desconfiança receberemos desconfiança, se criamos distância recebemos a mesma distância de volta, da mesma forma que se dermos carinho, atenção, dedicação, Amor aos outros, ao outro, quando demonstramos interesse pelos sentimentos alheios, consequentemente, recebemos o mesmo de volta, mesmo que não seja de quem queremos ou quando queremos. 

"Eu quero
Tu queres
São parte de um verbo
Eu quero amar
Eu quero viver
Eu quero ser feliz
Eu quero....
Eu quero....

E o verbo eu dou?
Eu dou
Tu dás
Ele dá ....
Difícil de conjugar este verbo não é?

Dar para receber
Deveria ser este o mote principal
Da vida de todas as pessoas
Mas o egoísmo
O pensar só no próprio
Torna cada dia mais difícil
Dar para receber
É cada vez mais
Receber
Receber
Temos e devemos cada dia mais
Agradecer a quem nos dá algo
Ainda mais quando pouco se preocupa
Se recebe ou não algo em troca

Obrigada a todas as pessoas
Que até hoje na minha vida
Me deram e dão algo
Sem pedir nada em troca
Família
Amigos
Conhecidos
Especialmente a ti
Que estiveste
Ou estás na minha vida
Obrigada"



Imagem © Direitos reservados

setembro 06, 2014

Inspiration #1

Agora que o Verão está a acabar é a altura que começamos a voltar a dar mais atenção à nossa casa e ao ambiente que nos circula. É importante vivermos rodeados de objectos que nos digam algo, que no fundo reflictam a nossa maneira de estar e personalidade. A nossa casa acaba por ser um reflexo disso mesmo. Diz o Feng Shui (que numa muito breve explicação consiste numa técnica chinesa que tem como objetivo harmonizar os ambientes), que certos tipos de vibrações presentes na nossa casa e ambientes que nos rodeiam agem de forma benéfica para o nosso corpo e mente. Acreditando ou não, não custa tentar e a verdade é que todos gostamos de nos sentir bem no espaço que habitamos.


Imagens © Direitos reservados

setembro 04, 2014

Crónicas da Inês #1

Há irmãs de sangue e irmãs de coração. Pessoas que nos marcam, que ficam, que fazem parte de nós, que ficam nossas. Pessoas que nos fazem sentir verdadeiramente abençoadas por termos algo assim nas nossas vidas, pessoas a quem confiaríamos os nossos filhos. É o caso da Inês para mim. Alguém que entrou na minha vida e que sei que ficará Para Sempre. 
Alguém que para além de 1001 outros talentos, também o tem para a escrita e porque o talento deve e merece ser partilhado, a partir de hoje ela terá um cantinho aqui no blog. Este é o seu primeiro texto:

Para sempre:
Há pessoas que passam uma vida inteira à busca e não encontram.
Há pessoas que se fecham e não deixam ninguém entrar. Há pessoas que se abrem, mas não se entregam. Há pessoas que arranjam desculpas. Há pessoas que se desencontram.
Eu vi-te. Eu escolhi-te. Eu entreguei-me. E contigo, encontrei-me. Encontrámo-nos.
Estou grata por teres conseguido ver o que tantos outros não conseguiram. O meu verdadeiro eu debaixo desta armadura que usava para me proteger. A menina de braço esticado à espera que lhe dêem a mão e a levem a passear e que, ao final do dia, só quer um bocado de colo. Tu viste-a. E tu deste-lhe a mão e levaste-me.
E eu dei-te o meu corpo. E o meu coração. E a minha alma.
E estar contigo aqui hoje, na celebração de nós e do nosso amor, junto dos nossos amigos e da nossa família, é a altura em que preciso de te dizer: obrigada.
Obrigada pelo aquele primeiro convite para jantar. Obrigada por me teres ligado no dia seguinte. Obrigada por me deixares ser eu própria. Obrigada por me fazeres rir. Obrigada por me fazeres crescer. Obrigada por iluminares os meus dias. Obrigada por todos os segundos da tua vida que partilhas comigo.

Eu tinha a certeza que um dia ia ser feliz. E tu ajudaste-me a atingir a plenitude da felicidade. Contigo vivo no topo do arco-íris. Contigo torno os meus sonhos realidade. Contigo eu sou mais. Contigo aceito ser para sempre.

setembro 03, 2014

Rowenta Intelligent Team #1

O segredo para termos umas pernas bonitas passa também pelo uso de um bom e eficaz método depilatório. Utilizar métodos como lâminas e cremes são soluções que até podem ser práticas mas muito pouco duradouras. Uma máquina depiladora pode e funciona muitas vezes como a nossa melhor Amiga. Permite-nos algo que mais nenhum método de depilação permite- Liberdade, portabilidade e durabilidade. Liberdade no sentido em que não dependemos de ninguém para o fazer, portabilidade pois podemos fazê-la em qualquer momento e local, tanto em casa tanto fora (muitas delas têm baterias recarregáveis, logo ao serem usadas não têm de estar ligadas à corrente) e durabilidade pois a maior parte das máquinas depiladoras existentes no mercado removem os pêlos pela raiz.

Outra das suas grandes vantagens é que são eficazes com o pêlo ainda curto e podem ser usadas em praticamente todas as partes do corpo- Pernas, axilas e virilhas. Um bom exemplo disto é a nova "Aquaperfect Soft Spa" da Rowenta, que tem sido sempre a minha marca de referência nesta matéria. O modelo que experimentei recentemente reúne exactamente todos estes requisitos e mais alguns. É uma depiladora 3 em 1 pois tem cabeça de arranque + cabeça de corte + bikini trimmer (logo é bem mais fácil de usar nesta zona que exige algum cuidado), pode ser usada quer no banho quer fora dele e acima de tudo e mesmo muito importante numa depiladora (condição sine qua non para mim), possui tecnologia soft sensation o que é igual a depilação sem dor!


*Escrito em colaboração com a Rowenta

setembro 02, 2014

Universo Corine de Farme

A Corine de Farme é sem dúvida uma marca que gosto bastante, já que sou fã assumidíssima de produtos de bebé. A marca tem vindo a alargar horizontes nomeadamente ao nível de cuidados de rosto e corpo e recentemente fui convidada a conhecer um pouco melhor o seu universo. Fiquei bastante surpreendida com a quantidade de produtos que já existem e tenho vindo a usar alguns deles que estou a gostar bastante. Começo pelo Bálsamo Hidratante Mãos e Unhas, que uso quer nas mãos quer nos pés que tem na composição flor de Peónia, que hidrata e protege até mesmo as peles mais secas. Gosto do aroma e nisto de cremes de mãos e sobretudo no Verão muito muito importante é o tempo de absorção e o deste bálsamo é mesmo bastante rápido.

Toalhitas Refrescantes- Óptimas para andar sempre connosco na carteira. Adequadas para todo os tipos de pele, limpam e refrescam tanto o rosto o corpo; Super práticas e com um cheirinho óptimo.

Cuidado de Olhos Luminosidade Anti- Fadiga- Era o produto que estava mais curiosa em experimentar. Este cuidado de olhos promete actuar em 3 vertentes: Anti- Fadiga, Anti-Olheiras e Anti-Papos. Na minha experiência e dado que (felizmente) não sofro muito dos últimos dois (fadiga e olheiras) notei bastante diferença a nível da luminosidade e nos sinais de cansaço. A pele do contorno dos olhos, fica visivelmente mais firme e luminosa. Gosto também bastante do facto de ser em pincel o que na minha opinião é super adequado ao tipo de pele a que se destina.

Relembro que os produtos da Corine de Farme apesar de também serem vendidos em supermercados são de origem pelo menos 95% natural, não contêm parabenos, corantes, álcool e são formulados sob controlo farmacêutico. Têm também (e na minha opinião, claro) uma excelente relação qualidade/preço. Nota também muito positiva para o cuidado da marca para com as embalagens, afinal de conta o aspecto visual de tudo o que compramos é  importante e de facto as embalagens estão lindas!

setembro 01, 2014

Princípio da Semana #5

cum·pli·ci·da·de- Acto, característica ou condição de cúmplice; Em que há conivência, amizade e/ou entendimento.

É para mim o sentimento mais bonito e nem sempre fácil de atingir numa relação. Seja que tipo de relação for. Pode haver Amor sem cumplicidade, mas não existe cumplicidade sem Amor. À partida podemos pensar que a cumplicidade entre duas pessoas só se consegue com o tempo, com algum tempo e convivência. É verdade, na maior parte das vezes, é assim mas também pode acontecer uma espécie de cumplicidade quase momentânea e essa então é verdadeiramente mágica.

A cumplicidade é a maior prova de sintonia entre duas pessoas. É aquele olhar, aquele sorriso, aquele gesto, aquela brincadeira, aquela expressão, aquela frase, momento que captamos e partilhamos seja de que forma for, que somente as duas pessoas envolvidas podem entender. Da cumplicidade surgem as músicas, os filmes, os dias e noites inesquecíveis que serão sempre recordados. Através dela mostramos o quanto confiamos na outra pessoa, é uma prova de total confiança, é uma forma de parceria, afinidade que nos torna cúmplices do outro. Ser cúmplice é dividir, partilhar objectivos, sonhos, pensamentos, modos e maneiras de estar na vida. A cumplicidade exige muita entrega de ambas as partes, uma entrega que tem de ser acima de tudo natural. Não existe espaço para o medo. Não há medo.

"Essa cumplicidade, leves sorrisos, fugidios olhares, é o que me prende. Não é nem preciso que me contes dos teus caminhos, porque sei do calor que emana do teu corpo quando, no sofá, escuto o declamar de coisas que não conheço e tuas mãos correm em meus cabelos, com aquele jeito especial que é só teu. Cada fio enrolado em teus dedos é uma palavra de mim; um dizer que ofereço. Mergulho em teu olhar e o que vejo é puro prazer quando, sentindo muito além do que esperamos, as tuas mãos tocam-me nos lábios que, suavemente, com temor, deposito um beijo. Nesse instante de pura magia o coração acelera e como tudo que é mágico nos envolvemos em poesia".- (In "cartas perdidas").

 "Call it Magic when I'm with you" 
"Call it Magic when I'm next to you"

Imagem © Direitos reservados
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Babi a Única © 2009-2017. All Rights Reserved | Powered by Blogger

Blog Design por The Zero Element