Viajar

Já dizia Fernando Pessoa que "Para viajar basta existir". 
Viajar é para mim das melhores coisas da vida, seja um fim-de-semana, uma semana, duas ou mais, de carro ou avião (se o for ainda melhor). Viajar é sobretudo benéfico para a saúde do corpo e da nossa mente, pois estimula o pensamento e melhora o relacionamento quer connosco, quer com as pessoas que nos rodeiam. Falando a título pessoal, é mesmo uma questão de necessidade, pois uma das maiores vantagens proporcionadas pelo acto de viajar é o relaxamento e a descontracção. 

Pesquisas mostram que sentimos o tempo passar de maneiras diferentes de acordo com as actividades que exercemos. Quando trabalhamos sentimos que o tempo passa de forma mais rápida, ao contrário do que acontece quando realizamos acções e actividades que nos dão mais prazer, como viajar. Aqui, o tempo parece que passa mais devagar e temos a sensação de que as horas foram muito mais e melhor aproveitadas.

Segundo estudos, o nosso cérebro necessita de um descanso da rotina para conseguir dar ao corpo novas sensações de prazer, que são facilmente conseguidas quando conhecemos e vamos para algum lugar completamente diferente da nossa rotina diária. Além disso, estar relaxado torna a mente mais propensa à criatividade, já que nesse estado as ideias fluem com maior facilidade. São também óptimos momentos para passarmos connosco, sobretudo quando se está numa jornada interior, pois ajuda-nos a uma melhor compreensão de nós próprios, na medida em que nos vemos afastados do nosso quotidiano, o que nos faz reflectir sobre o que efectivamente queremos da vida.

"A vida é o que fazemos dela. As viagens são os viajantes. O que vemos não é o que vemos, senão o que somos."- F. Pessoa

Imagem © Direitos reservados

CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário

Back
to top