Princípio da Semana #2

a·cre·di·tar - Crer; Ter fé.

Escolher a nossa realidade, o nosso presente, a nossa vida.
O mundo tem um sem número de realidades, em potencial, até escolhermos uma- a que queremos- e essa é apenas uma possibilidade entre inúmeras outras. Normalmente escolhemos a que melhor encaixa com aquilo em que acreditamos e que assim se transforma em "nós", ou muitas vezes a que é "mais fácil", mais lógica de escolher. 

É fundamental que aprendamos a viver de uma outra forma, a pensar a realidade não como um conjunto de objectos, pessoas e situações estanques, mas como um campo infindo de possibilidades onde podemos fazer, a cada instante, uma nova escolha que nos traga no futuro com mais auto-realização e bem-estar interior.

Acredito que uma das principais fórmulas para o sucesso, quer profissional quer pessoal, é sermos seres apaixonados. Apaixonados por quem nos rodeia, pelo que fazemos, e sobretudo pela vida. Um dos primeiros obstáculos com que nos deparamos logo é descobrirmos qual é de facto a nossa paixão. Infelizmente, a maior parte de nós segue o caminho errado. E o que é este caminho errado? É pensar... Muitas vezes o pensar e o racionalizar são mesmo os nossos piores inimigos.

Somos seres habituados a analisar e tentar entender tudo o que nos rodeia. E, é aí que começa o problema, pois a paixão não está no cérebro, mas sim no coração. Não importa o quanto pensemos no assunto, na situação, temos de o/a sentir! Esta afirmação pode parecer algo "lamechas", mas tudo fica muito mais fácil quando apenas seguimos o nosso coração. Ao conseguirmos dar este passo e escolhermos sermos seres apaixonados tornamo-nos pessoas muito mais interessantes e verdadeiramente inspiradoras (pois a paixão é contagiante) para as pessoas à nossa volta.

Daí ser fundamental acreditarmos em nós. Comecemos já hoje, agora! Um exercício muito interessante, que particularmente já fiz, é fazer um inventário de todos os nossos talentos e dons assim como de todas as pessoas que de alguma forma mudaram a nossa vida e das quais queremos estar sempre rodeados, pois trazem-nos valor acrescentado. 

Na minha opinião, volto a frisar que o mais importante é mesmo parar de pensar e sentir, viver, experienciar! E, a cada experiência, por mais pequena que seja, não pensar, apenas sentir! Para isso é muito importante estarmos atentos ao "agora", pois como alguém já me disse "Um "agora" pode mudar a tua vida! Acredita".

Imagem © Direitos reservados

CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário

Back
to top