dezembro 31, 2014

Outfit for today #3

Esta é uma noite que causa, frequentemente, algumas dores de cabeça... O que vestir na noite de 31 é sempre algo que nos dá que pensar.  Esta é uma sugestão de peças e é na verdade o que vou usar hoje à noite. (Com todos os casacos que conseguir vestir por cima, claro...). 

Passagem de Ano rima com brilhos, logo a saia parece-me perfeita. Quanto aos sapatos tento sempre optar por salto médio e largo q.b. pois privilegio sempre o conforto, e saltos médios juntam conforto e elegância. O importante, para hoje à noite, é usarem algo com que se sintam confortáveis tendo sempre em conta o local onde vão estar.

Saia: Springfield; Camisola: Zara; Sapatos: Via Uno; Colar: H&M; Clutch: Bershka

dezembro 30, 2014

A cueca Azul e outras tradições de passagem de ano

São muitas as tradições em volta da passagem de ano, Há todo um misticismo em torno delas e ninguém sabe muito bem quando começaram e muitas vezes até o que simbolizam. Mas, o interessante para mim é perceber que o genericamente se vão mantendo. Uma dos mais conhecidas e famosas é sem dúvida o uso da cueca azul na noite de 31. 

Mas, há também outros rituais (que não custam nada fazer) antes da meia- noite de amanhã, tais como:

- Limpeza da Casa: Deve ser feita preferencialmente até dia 30 de Dezembro (hoje, portanto), de forma a eliminar todos os maus fluidos que podem ter entrado em casa durante o ano que está a acabar. No dia 31, os lençóis de cama devem ser trocados para deixar para trás os problemas do ano que passou assim como as toalhas de banho para atrair emoções positivas;

- É importante manter em todo o ano mas principalmente na passagem de ano flores naturais e frescas para afastar as más energias;

- Para atrair dinheiro no novo ano, devemos colocar uma nota de maior valor possível dentro de um sapato (ou bota) do pé direito e deixá-la até à manhã de dia 1 de Janeiro. De seguida, guardá-la no porta-moedas e quando for feita a primeira compra do ano (com ela) pensar que esta nota em particular está a sair da nossa carteira, porém muitas iguais voltarão.

Em relação à cueca azul diz-se que é para ter sorte no Amor, para deixar para trás mal-entendidos e garantir o futuro para quem está a começar uma nova relação. Eu cá já tenho as minhas e personalizadas para que não exista confusão.... Optei por este azul já que o tradicional "azul cueca" não me convence. Podem também fazer a personalização com as vossas iniciais (até 3) na Intimissimi da R. Augusta (Lisboa).

dezembro 29, 2014

Princípio da Semana #22


ba·lan·ço- Acção ou efeito de balançar; Exame minucioso; Avaliação; Resultado figurado; Fazer o balanço de.

Estamos na última semana do ano e como tal o princípio de hoje tinha de ser este. Um balanço é algo que forçosamente fazemos neste último mês, ou semana do ano. É uma altura em que medimos os ganhos e as perdas que tivemos ao longo do ano. Podemos não o fazer conscientemente, mas todos o fazemos. É mesmo importante que o façamos para também prepararmos terreno para alcançarmos em 2015 o que ficou ainda por alcançar em 2014. Esta reflexão é mesmo fundamental para tomar um conjunto de decisões que nos levarão ao que efectivamente queremos na nossa vida. “Reflectir é o primeiro passo para começar a atitude”. 

Esta é também uma altura particularmente delicada, pois é feita uma contabilidade quer material quer emocional e se por um lado é uma altura de esperança, é também uma altura que pode provocar alguma tristeza por diversos factores. Diria que o principal é não termos atingido todas as metas a que nos propusemos no início deste ano. O emprego que não surgiu, a relação que falhou ou não aconteceu, o peso que não baixou tanto como queríamos, o filho que não veio, as férias que queríamos ter feito e não fizemos. Há todo um conjunto de coisas que podemos não ter conseguido fazer e isso por si só causa-nos um sentimento interno de frustração. Todos os nossos sonhos e planos são as nossas metas: costumamos elaborá-los no início de cada ano e a eles nos dedicarmos com algum afinco e muitas vezes não conseguimos atingi-las na totalidade. Mas, nunca nos podemos esquecer que são os nossos sonhos que nos impulsionam. O importante é que neste ano que passou tenhamos conseguido algum avanço, que tenhamos a sensação de que nossa vida evoluiu. E a vida evolui sempre, pode é não ser ao ritmo que gostaríamos, dado que no campo da vida interior, os avanços, nunca são tão rápidos quanto desejaríamos que fossem, pelo contrário, normalmente são lentos e difíceis, logo qualquer progresso mínimo já deve ser motivo de grande alegria e de comemorações mesmo que sejam com pequenos mimos que devemos fazer a nós próprios. 

Pessoalmente e fazendo o meu próprio balanço e contabilidade emocional, pois esta para mim é sem dúvida a verdadeiramente importante, este foi, sem dúvida, um ano de ganhos. 2014 foi o ano em que mais recebi. Ganhei uma nova família não de sangue, mas tão ou mais importante e reconstrui uma outra essa sim de sangue. Conheci pessoas fantásticas em todos os campos, quer pessoal quer profissionalmente. Pessoas que sei que serão para sempre "minhas", e que farão para sempre parte de mim e da minha história. Foi sobretudo um ano de grande desenvolvimento interior, que se reflectiu em todas as áreas e campos da minha vida. Se tivesse que escolher uma palavra para 2014, escolheria consciência. Consciência daquilo que sou, daquilo que quero e que represento para as pessoas que comigo se cruzam. Foi um ano de cuidar (o meu verbo preferido), e em que também me permiti ser (muito) cuidada. A 3 dias de 2015, sinto-me verdadeiramente grata por tudo o que alcancei e ganhei em 2014. Mesmo!

Para 2015, e como não nos devemos esquecer que as coisas que não foram atingidas, neste ano que agora termina, continuarão na nossa agenda, a recomendação é pensar que temos novos 365 dias para as alcançar juntamente com todas as outras novas expectativas que por aí vêem. 

Acredito que o verdadeiro "segredo" e postura que devemos ter para encararmos este novo ano, é sermos felizes, com aquilo que temos e com a pessoa que somos. 

dezembro 26, 2014

Passatempo Lady Million EAU MY GOLD!- O Resultado

A vencedora do "Eau My Gold!" e de uma Consulta de Consultoria de Imagem que inclui também 1h de Personal Shopping é...:
A Elsa M. Parabéns!!

dezembro 23, 2014

Crónicas da Inês #10

Acreditem

Hoje quem vos escreve é a Inês real e não uma personagem imaginada na minha cabeça. Porque hoje dei por mim parada num semáforo a pensar: “eu nunca pergunto às pessoas onde vão passar o Natal. Assim como acho sempre tolo quando me perguntam onde vou passar o meu porque, para mim, é óbvio: Natal passa-se com a família”. E aí tive aquilo a que a Oprah Winfrey chama um “ah-ah moment”. E fiquei desiludida. Porque falhei. E triste. Triste por todos aqueles que não passam o Natal com a família e por isso, penso agora em silêncio nos filhos de pais separados, nas famílias divididas separadas pela distância, nos pais divorciados e que têm de dividir a companhia dos filhos, naqueles que já perderam pessoas importantes da sua família, naqueles sem família para partilhar a noite de consoada. E fico grata, mais uma vez, por tudo aquilo que tenho.

Quem me conhece sabe que adoro o Natal. Sabe que a minha parte preferida são os momentos na cozinha com a minha família onde preparamos as fatias douradas, os sonhos de abóbora, o tronco de Natal e tudo aquilo que previamente escrevemos – a minha família e eu -em conjunto numa lista. Quem me conhece sabe que adoro oferecer presentes e embrulhá-los cuidadosamente. Porque um presente sem estar envolto em papel de embrulho e com lacinho não é um presente. E porque não há maior prazer do que o sorriso daquele que o desembrulha e se surpreende com o que vê. Quem me conhece sabe que adoro músicas de Natal (mesmo aquelas que me fazem chorar). E sabe que, para mim, os presentes que mais gosto de receber são aqueles que não se compram nas lojas e aqueles que não cabem em embrulhos debaixo da árvore de Natal.

Tenho a sorte das “Crónicas da Inês” coincidirem com a semana do Natal e por isso não quero deixar-vos sem o meu desejo sincero de um santo Natal passado na companhia dos que mais amam e querem. Aproveitem esta altura para procurarem aquelas pessoas de quem gostam e que não falam há tanto tempo. Aproveitem para expressarem com sinceridade tudo o que vive dentro dos vossos corações. E aproveitem esse balanço e levem-no para 2015. Esse que será o ano onde os vossos desejos mais secretos e grandiosos se realizarão. Acreditem.

Imagem © Direitos reservados

Termina Amanhã- Passatempo Lady Million EAU MY GOLD!

O "Eau My Gold" simboliza luxo, estravagância e um estado de espirito sem inibição, logo é sem dúvida o perfume ideal para usar nesta Passagem de Ano! Mas, e como não só de perfume é composto o nosso look, e como o que vestir nesta noite é muitas vezes uma autêntica dor de cabeça, para além do "Eau My Gold!" (de 80ml, no valor de 81,7€), tenho também para vos oferecer uma Consulta de Consultoria de Imagem e 1h de Personal Shopping com o objectivo de vos ajudar a encontrar o vestido, ou as peças perfeitas, para entrar em grande estilo em 2015!

Regras de participação:

1- Ser seguidora do blog através do "Google Rede Social" (Clicar onde diz "Aderir a este site", na barra lateral esquerda do blog);
2- Clicar no "gosto" da página de Facebook: www.babiaunica.com e partilhar o link do passatempo no v/mural; 
3- Preencher o formulário abaixo indicado e enviar uma sugestão que personifique uma verdadeira "Lady Millian Eau My Gold", (podem-se inspirar tanto no dourado do frasco, no conceito do perfume em si, como também na passagem de ano), para o e-mail: babiaunica@gmail.com, até amanhã às 23.59. (O e-mail deverá ser o mesmo que consta no formulário).

A sugestão de look deverá ser enviada sob a forma de fotografia (vossa), imagem ou através links que mostrem as peças e acessórios (caso existam). O look mais "Eau My Gold", que é como quem diz "Oh My God", ganha!



A vencedora será escolhida e anunciada Sexta-Feira, dia 26.
Inspirem-se!!!

dezembro 22, 2014

Princípio da Semana #21

fa·mí·li·a- Conjunto de todos os parentes de uma pessoa; Conjunto formado pelos pais e pelos filhos; Conjunto de pessoas que têm um ancestral comum; Conjunto de pessoas que vivem na mesma casa; Raça; Estirpe; Grupo de elementos químicos com propriedades semelhantes; Íntimo; Sem cerimónia.

A família é algo único e insubstituível, extremamente necessário para a formação de qualquer ser humano. É no ambiente familiar que conhecemos os nossos primeiros valores e recebemos as primeiras regras sociais. É em família que aprendemos a perceber o mundo, damos início a nossa identidade e somos introduzidos no que é viver em sociedade. 

Família para mim significa fundamentalmente apoio, pilares, estrutura. A família é o nosso legado. A família somos (também) nós que a fazemos.

Associamos muito, o termo, família a pais, irmãos, tios, primos, mas para mim família sempre foi a que fui construindo ao longo da vida. Obviamente que há a de sangue, não a podemos, nem devemos (nunca) negar, mas a que escolhemos, a que resulta das relações que estabelecemos com pessoas que não são do nosso sangue, mas que pertencem a outro grupo que são os "irmãos de alma", é nele sem dúvida que para mim incide o verdadeiro significado de família. A família de sangue é aquela na qual nascemos, que não escolhemos e a qual temos muitas vezes que "aprender" a gostar e a aceitar. A família de coração é a tal que escolhemos, que resulta do nosso percurso, das nossas escolhas e das ligações que vamos desenvolvendo. A minha família são as minhas pessoas, as que amo incondicionalmente com todas os as suas coisas boas e menos boas, todos os seres que me estão ligados pelo sangue, ou não, de duas ou quatro patas...

Dezembro é o mês que se celebra o Natal e o Natal é nada mais, nada menos é que a celebração da família. Da família resulta amor, do amor entre duas pessoas resultam as crianças, e são elas que vivem de forma muito mágica toda esta altura. Mas não nos podemos esquecer que também nós já as fomos um dia. Diria que esta é a semana em que devemos libertar (ou ainda mais) essa criança que vive cá dentro e que um dia acreditou no Pai Natal... Por isso vamos deixá-la ressurgir em nós nem que seja por umas horas. Aceitar e ter fé seja no que for, desde que seja importante para nós, pois cada um deve ter o seu "Pai Natal".

Estamos sem dúvida numa semana em que muito se ouve falar do verbo dar, eu acrescentaria o mo-nos. Para além de presentes, devemos dar aquilo que de mais bonito temos em nós, o darmo-nos. O nosso amor, o nosso afecto, a nossa presença. Dar tudo isto à nossa família, a todos os que amamos e não apenas esta semana, ou mês, mas sim o ano inteiro. 

"Parei para pesquisar o significado de família...
No dicionário diz que família é um conjunto de ascendentes, descendentes, colaterais e afins de uma linhagem. Grupo de indivíduos, constituído pelo mesmo sangue.
E não é bem assim.
Família é um grupo de pessoas, que dividem o mesmo gosto pela vida.
Que dividem o mesmo sentimento.
Que não importa não dividir o mesmo sangue.
Mas consegue tornar-se um para o outro mais que isso...
Ajudando, dando apoio... Sendo como dizemos... irmãos
Existem pessoas que são tão parecidas... Q não precisam ter a mesma descendência
Sabem quando é necessário seu conselho... Quando é preciso rir e se divertir
Ou ate mesmo dividir as mesmas lágrimas...
Pois a família somos nós que escolhemos...
As pessoas que amamos, que passamos a conhecer...
Que percebemos que têm mais em comum que apenas laços de sangue...
São essas as pessoas que passam a ser essenciais nas nossas vidas.
Maninhas... Irmãos... Primos... Primas...
Apenas por dividir os mesmos sentimentos..." N. Gonçalves

dezembro 18, 2014

Outfit for today #2

Estamos numa altura de festas, almoços e jantares de Natal. Não há melhor ocasião para vestir uma peça vermelha que esta. A minha sugestão vai para este vestido, excelente também, para dias em que não temos tempo de ir a casa trocar de roupa, pois facilmente dá para fazer a passagem dia/almoço, para noite/jantar, alterando os acessórios e calçado. 
Vestido: Mango; Cardigan: P&B; Casaco e Sabrinas: Zara; Fio: Accessorize; Carteira: Primark
Vestido: Mango; Blazer: P&B; Sapatos: Unisa; Fio: H&M; Carteira: Primark

dezembro 15, 2014

Princípio da Semana #20

a·pai·xo·na·da(o)- Exaltada(o); Entusiasmada(o); Enamorada(o); Cheia(o) de paixão; Tomada(o) de forte amor: Exaltada(o): Sentir arrebatamento, fascínio ou interesse por algo, ou alguém em específico;

"Quando nos apaixonamos por alguém não vemos a hora de ver, estar, falar, abraçar, beijar a pessoa, os olhos brilham, o coração acelera, tudo treme, há um frio na barriga, alegria, ansiedade, nervosismo, tudo junto ao mesmo tempo, é uma loucura. Sentimo-nos mais vivos, mais felizes. O pensamento está na pessoa 24 horas e tudo que fazemos é pela pessoa, ou com a pessoa. Estar apaixonado é ter ciumes, é ter desejo, carinho e vontade". F. Letícia

Li algures que a paixão é um sentimento profundo e intenso que possui a capacidade de alterar o nosso comportamento, pensamento e postura. Não poderia concordar mais. A paixão é a nossa força, é aquilo que nos move e que não nos cansa. É o que nos faz fazer e viver coisas novas, é o que nos faz sair da nossa zona de conforto, é o que nos faz ultrapassar os limites que julgávamos ter e que tem a capacidade, renovada e infinita, de nos surpreender. 

Para mim existem as pessoas que pensam, as puramente mentais e as que não pensam, mas sim sentem e tudo o que fazem é baseado nisso mesmo. No sentir. Pessoalmente (e já percebi isso há muito tempo), enquadro-me nesta última categoria. E aqui entra, indubitavelmente, a paixão sendo a tal força que move qualquer pessoa apaixonada. Ser apaixonada é pensar com o coração. Ser apaixonada é termos tomado uma decisão puramente racional, que vai contra tudo o que sentimos e meia hora depois (ou menos, até) estarmos a fazer algo ou a tomar uma atitude que vai contra tudo o que havíamos decidido. Ser apaixonada, (ou estar), é estarmos num sítio e perdemos toda a noção de realidade e nada mais à volta existir. Ser apaixonada é não deixar que nada (seja um objecto físico ou não), nem ninguém, nos afaste "daquilo" que queremos. Ser apaixonada é ir contra o lógico, que é para os outros. Ser apaixonada é ser conscientemente dominada pelo que sentimos e pura e simplesmente deixarmos que isso aconteça naturalmente. Ser apaixonada é sentirmos corações a saírem por todos os poros do nosso corpo. Ser apaixonada é vivermos num estado de permanente loucura e saber tirar partido disso. Ser apaixonada é apaixonar os outros. Ser apaixonada é viver o agora e não pensar no amanhã. 

Considero-me uma pessoa muito apaixonada, sim. Definitivamente é uma das minhas principais características, diria até a principal. Sou apaixonada por tudo o que faz parte de mim. Sou apaixonada pela menina dos meus olhos, pelo que faço, pelas minhas pessoas, pelo sol, pela vida, por mim e por "ti". Não é fácil, ser-se apaixonado, pois ao mesmo tempo que é natural, dá também muito trabalho. Trabalho interior. Vive-se (muito) depressa e intensamente e isso cansa, mas sem dúvida que ser apaixonado e estar apaixonado é a melhor coisa do mundo. A paixão pode e deve ser muito mais do que o estar apaixonado por alguém. Acredito que o tão almejado estado de felicidade só pode ser, verdadeiramente, alcançado quando pomos paixão em tudo o que somos, temos e fazemos. Acredito ainda que este estado seja permanente e que é possível vivermos apaixonados para sempre.

Estamos numa época de amor, de família, mas é muito importante não esquecer que a paixão é algo que devemos sentir 365 dias do ano.

Imagem © Direitos reservados

dezembro 14, 2014

dezembro 12, 2014

Passatempo Lady Million EAU MY GOLD!

Estamos a caminhar a passos largos para o Natal e claro para a noite mais esperada do ano! Natal é a altura por excelência para dar e claro também receber. A pensar nisso preparei uma super oferta para vocês. Trata-se do novo e maravilhoso perfume de Paco Rabanne. O "Eau My Gold" simboliza luxo, estravagância e um estado de espirito sem inibição, logo é sem dúvida o perfume ideal para usar nesta Passagem de Ano! Mas, e como não só de perfume é composto o nosso look, e como o que vestir nesta noite é muitas vezes uma autêntica dor de cabeça, para além do "Eau My Gold!" (de 80ml, no valor de 81,7€), a vencedora recebe ainda uma Consulta de Consultoria de Imagem e 1h de Personal Shopping para a ajudar a encontrar o vestido, ou as peças perfeitas, para entrar em grande estilo em 2015!
Regras de participação para se habilitarem a ganhar este super presente de Natal:

1- Ser seguidora do blog através do "Google Rede Social" (Clicar onde diz "Aderir a este site", na barra lateral esquerda do blog);
2- Clicar no "gosto" da página de Facebook: www.babiaunica.com e partilhar o link do passatempo no v/mural; 
3- Preencher o formulário abaixo indicado e enviar uma sugestão que personifique uma verdadeira "Lady Millian Eau My Gold", (podem-se inspirar tanto no dourado do frasco, no conceito do perfume em si, como também na passagem de ano), para o e-mail: babiaunica@gmail.com, até ao próximo dia 24 de Dezembro. (O e-mail deverá ser o mesmo que consta no formulário).

A sugestão de look deverá ser enviada sob a forma de fotografia (vossa), imagem ou através links que mostrem as peças e acessórios (caso existam). O look mais "Eau My Gold", que é como quem diz "Oh My God", ganha!




A vencedora será escolhida e anunciada no dia 26.
Inspirem-se!!!

dezembro 11, 2014

Crónicas da Inês #9

Olha mais de perto e vê.

A Leonor é uma mulher independente, de uma inteligência rápida e acutilante e com um sentido de humor que aliado à sua energia é capaz de cativar todas as atenções.
Pensas que conheces a Leonor? Não conheces.

Porque não sabes que por detrás daquela mulher cheia de força, está uma menina que dança em casa todos os dias com toda a alma e paixão que vive dentro dela… provavelmente resquícios de todas as vezes que sua mãe viu o Flashdance enquanto estava grávida.

Porque nunca percebeste que dentro do seu saco da praia carrega formas de fazer bonecos na areia, desejo secreto que alguma criança queira brincar com ela. Ou que anda o Verão inteiro com as raquetes da praia no carro à espera que alguém aceite jogar com ela.

Porque desconheces que nos dias em que o stress toma conta dela procura paz nos livros de colorir que pinta e que a acalmam. E que ouve música no carro com o volume no máximo para que a sua voz não se oiça enquanto debita todas as músicas que passam e cujas letras sabe de cor.

Tu sabes que a Leonor é uma mulher cheia de objectivos, que sabe muito bem o que quer e que sabe o que fazer para chegar lá. Que é uma amiga com “a” maiúsculo e que vai estar lá sempre presente para ti. Mas o que tu não sabes é que no meio desta segurança vive uma garota que sempre que vê uma capicua ou um rasto de avião no céu pede um desejo em silêncio, pretendendo que os seus sonhos mais secretos se tornem realidade. Uma menina que chora todos os dias no carro a caminho de casa porque falta-lhe um bocado da vida que ambiciona para ela.

A Leonor é a tua colega no trabalho. Ela é a Sofia, a Maria, a Catarina, a Inês. A tua amiga. A tua vizinha. A tua paixão não correspondida. Olha mais de perto e vê. Vê com olhos de ver quem ela é e aproxima-te sem medo. Porque, só quando chegares perto, vais de facto ficar a saber que aquela que tu pensas que conheces é tão mais do que deixa transparecer. E aí prepara-te para te deliciar e te deixares levar pela sua doçura e infantilidade. A mesma que usa quando ingenuamente esconde chocolate de si própria dentro de sua casa para não cair na tentação de os comer. Aquela que se manifesta no seu rosto sempre que se deixa levar nos pensamentos. Experimenta. Olha mais de perto e vê.

dezembro 10, 2014

Mmi (ME, MYSELF AND I)

A Mmi é uma marca de acessórios que apesar de ser mais destinada a um público mais teenager, tem coisas que enchem o olho a qualquer adulta. Estive na semana passada a conhecer uma suas lojas, no Colombo e gostei muito do que vi. A Mmi assenta em seis conceitos: #trendy #cool #rocker #lovely #chic e #happy, tendo assim como objectivo satisfazer todos os nossos moods, consoante o dia e a ocasião. A loja e os preços são bastante convidativos, assim como o que lá encontramos. Gostei particularmente das mochilas, especialmente das brancas que permitem personalizar de diversas maneiras, dos lacinhos para o cabelo, das bolsinhas, dos fios simples, com corações e afins... Enfim, trazia quase tudo para casa!
Mães e filhas desse lado, vale (muito) a pena irem lá espreitar!
Sigam também no Instragram #mmistores

dezembro 09, 2014

Giant Scarves- Como Usar

Com esta chegada de "temperaturas Polo Norte" a Portugal só apetece sair à rua embrulhada em cobertores... Como não o podemos fazer, para além de roupa bastante quente, podemos e devemos usar e abusar de todos os cachecóis, aqueles assim maiores (que podem dar muitas voltas), que temos em casa. Uma vez que é uma temática que suscita algumas questões que me são colocadas frequentemente- O como usar, deixo algumas sugestões, que resultam bastante bem: 

Imagens © Direitos reservados

Passatempo Ultra Colour Bold Avon- O Resultado

As vencedoras que vão poder experimentar o novo "Red Extreme" são:

Parabéns às 5!

dezembro 08, 2014

Princípio da Semana #19

a·cei·ta·ção- Aprovação; Acto de aceitar; Acto pelo qual se aceita; Receber o que é oferecido; Estar conforme com; Admitir; Receber com agrado.

Ao contrário da maior parte dos talentos que já nascem connosco, este é um que temos que trabalhar e praticar durante toda a nossa existência. Aceitarmos os outros e aceitarmo-nos a nós. Parece fácil dito assim, mas a aceitação é um verdadeiro desafio que temos inconscientemente que praticar todos os dias. Aceitarmos que não podemos mudar os outros e sobretudo que temos que nos aceitar a nós, com todas as partes menos boas que temos (e este sim é o verdadeiro desafio). 

Nunca é fácil admitirmos que podíamos ter feito diferente, melhor, que não somos exactamente como desejaríamos e como pensávamos. Nada mesmo! A este pensamento vem sempre associada a frustração e uma enorme baixa de auto-estima. E quando isso acontece, todo o nosso interior entra em "alerta vermelho", é inevitável. Todos os dias sofremos pressões externas para sermos melhores, para sermos (mais) magros, mais bem- sucedidos, tão bonitos quanto "a" e "b", são inúmeros os exemplos que poderia dar. Estas pressões externas passam a fazer parte de nossas vidas de uma forma que deixamos de conseguir diferenciar se vieram de fora para dentro, ou se fomos nós próprios a criá-los no nosso interior. Iniciamos uma sequência de pensamentos que nos dizem “o que sou hoje não é suficiente”, “preciso ser de outra maneira”, “preciso de pensar diferente”, ou e ainda “devo ser e fazer como as pessoas me dizem ou ser como elas”.

Alguns conseguem lidar bem com estes pensamentos e necessidades incutidos pela sociedade em que vivemos, mas acredito que a maior parte de nós já não sabe diferenciá-los ou adequá-los à sua realidade. Passamos então a não nos aceitarmos e a desenvolver uma enorme baixa auto-estima. Deixamos de acreditar, de gostar de nós e as consequências disto podem ser (são) nefastas tanto física como emocionalmente. Passamos cobrar-nos cada vez mais vamo-nos esquecendo do que é verdadeiramente importante para nós e para a nossa essência- As nossas qualidades e potencialidades. Estas deixam de ser valorizadas, pelo contrário, são esquecidas. 

A aceitação é uma verdadeira arte. Como assunto que me interessa particularmente, tenho vindo a perceber que se aceitarmos o que está feito e que o que resta somos nós próprios e o que aprendemos ao longo do caminho, torna tudo, não mais fácil, mas um pouco mais leve. A verdade é que não podemos mudar o passado, não podemos. Temos simplesmente de o aceitar, o nosso e o dos "outros". Temos de aceitar o que somos e assentar o nosso projecto de vida nessa mesma base. Caso contrário andaremos sempre numa luta interna inglória que não nos levará a lado nenhum. A nossa meta não deverá ser alcançar a perfeição, mas sim o oposto, simplesmente aceitar. Isto não quer dizer que não deveremos tentar mudar o que gostamos menos em nós, pelo contrário! Aceitar não é = a resignar, não! Aceitar é começarmos com o que temos para depois, dia após dia optar por melhorar de alguma forma. E isto é tudo o que nos devemos exigir. Não o sermos perfeitos, mas sim fazermos a opção de diariamente tentarmos melhorar e aceitar, também, que não o vamos conseguir fazer sempre. Porque não somos perfeitos... O objectivo aqui é não deixar margem para auto- recriminação.

Devemos deixar de estar constantemente a reparar nas nossas falhas, sermos implacáveis até, e em vez disso, frequentemente, darmos as tais palmadinhas nas costas e dizermos a nós próprios: "Estás a ir bem, segue em frente" e não esperarmos que ninguém as dê por nós.

"Aceita-me tal como eu sou. Só então poderemos descobrir-nos um ao outro". F. Fellini

Imagem © Direitos reservados

dezembro 05, 2014

Uma Tarde com a Groupon

Os sites de compras colectivas são uma realidade cada vez mais forte no mercado de vendas on-line. Sou grande fã e consumidora pois penso que é uma óptima forma de conhecermos espaços, obtermos serviços e ter esperiências super diversificadas a preços muito convidativos. Um óptimo exemplo disso mesmo é a Groupon, líder mundial nesta área. A semana passada conheci um pouc melhor a sua história, filosofia e funcionamento e passei uma tarde fantástica a desfrutar de 3 experiências, bastante distintas e que gostei imenso. Comecei por almoçar no Origami Sushi & Food Experience que me surpreendeu muito e pela positiva. Confesso que  ao contrário de 99% das pessoas que conheço não sou (mesmo nada) apreciadora de Sushi. Tenho uma filosofia muito minha em relação a sair de casa para ir comer este tipo de comida que partilho aqui: "Se me levarem vou". A iniciativa partir de mim será sempre muito pouco provável de acontecer. Mas confesso que o Origami me conquistou, a começar pela simpatia com que fui recebida e a terminar no pormenor de existirem pratos sem serem sushi na ementa (comi um prato com pedaços de frango que gostei imenso). O que faz com que se fizerem parte deste "1%" da população que não gosta de sushi, já podem acompanhar os demais que vos rodeiam.
Depois da refeição, seguiu-se uma das coisas que mais gosto de fazer na vida, ou neste caso que me façam, massagens!!! (Quem não gosta??!!) no Espaço Essências Day Spa, um sítio super acolhedor que procura a essência e o equilíbrio entre o corpo e a mente e daí também o nome. Fiz uma massagem de relaxamento e sem dúvida saí de lá (ainda) mais leve!
E para fechar, a tarde, com chave de ouro algo que já tinha curiosidade em fazer há algum tempo- um Workshop de Gin pelas mãos da Eventing. Uma experiência que recomendo vivamente a todos os fãs e apreciadores que não só queiram aprender a fazer mas como conhecer um pouco da história (já longa) desta que é tão a bebida da moda ultimamente. 

dezembro 03, 2014

Rowenta Intelligent Team #4

Uma das preocupações que a maioria de nós tem quando está a fazer a mala para viajar, seja um fim-de-semana, seja uma viagem mais prolongada, é levar um secador de cabelo. Verdade que em muitos hotéis e outro tipo de alojamento podem ter, até, algum à nossa disposição, mas, quando se trata do nosso cabelo, não gostamos de o deixar com “secadores alheios”. Pelo menos no meu caso é assim. Gosto de usar algo que seja meu e no qual confio. 

O mês de Dezembro é, normalmente, um mês com dupla personalidade: por um lado, estamos descontraídas e de espírito festivo, pensamos nas prendas que vamos oferecer e nos doces que vamos comer. A vida é bela! Por outro, andamos a mil a tentar organizar as últimas tarefas do ano para que tudo fique pronto antes do Natal e da passagem do ano, principalmente porque é uma altura ideal para tirar uns dias de férias e fazer aquela viagem mais curta que andamos para fazer desde Janeiro. 

E é aqui que entra novamente o secador de viagem. O meu Rowenta Nomad Elite, faz parte, sem dúvida, do meu kit de essenciais de viagem. Como o próprio nome diz, é específico para viagens, é super leve, pequeno e muito compacto. Não ocupa espaço nenhum, pois tem uma pega dobrável, logo é muito fácil de arrumar. Tem também dois tipos de velocidades/temperaturas, o que faz com que seque com a mesma eficácia e rapidez que o secador que uso em casa.
Vende-se em lojas de electrodomésticos e tem um pvp (recomendado) de 21€.

*Escrito em colaboração com a Rowenta

dezembro 02, 2014

Outfit for today #1

Escolher ou saber o que vestir pode ser uma verdadeira dor de cabeça diária. E não tem que ser. Nunca me canso de falar da importância que as peças básicas podem ter no nosso dia-a-dia, sobretudo nos dias em que temos menos tempo ou paciência para decidir e por isso mesmo decidi começar esta nova rubrica pelo clássico vestido preto.

Vestidos pretos nunca são demais e se virem um que gostem (e que vos fique mesmo bem) não hesitem, pois é mesmo uma das peças mais versáteis do nosso roupeiro. Por vezes e sobretudo no Inverno, pode-se revelar uma autêntica odisseia encontrar um que gostemos, que seja de tecido adaptado aos dias mais frios (já que os de malha, como é o exemplo que mostro em baixo, não ficam bem a todos os tipos de corpo), e sobretudo de manga comprida! 

Vestido: Zara; Colar: H&M; Carteira e Sapatos: Primark

Se tivermos mesmo sem imaginação um look todo preto nunca fica mal. Nunca! Caso não se sintam confortáveis ou em "mood all black", podem sempre mudar a cor da carteira ou até mesmo dos sapatos.

novembro 30, 2014

novembro 28, 2014

B.I. Concept


A semana passada fui conhecer o B.I. Concept, um espaço muito fora do comum na Rua da Rosa (no Bairro Alto). No B.I. Concept ouve-se música, convive-se, conversa-se, compra-se roupa, bebem-se cocktails (entre outras bebidas) e... Podemos ainda ter o prazer de fazer uma maquilhagem super moderna, elaborada, arrojada até (dependendo do que estão dispostas a arriscar, mas aconselho), pelas mãos do António. Adorei o ambiente, o facto de num mesmo espaço podermos fazer uma série de coisas em simultâneo e sobretudo a forma como fui recebida. Senti como se já estivesse estado lá antes, como se fizesse parte da "família".
Nota 5 não apenas para tudo o que referi mas também para a decoração, cheia de pormenores que amei, um a um.
Sem dúvida um espaço que recomendo uma visita. Eu voltarei certamente!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Babi a Única © 2009-2017. All Rights Reserved | Powered by Blogger

Blog Design por The Zero Element